O PRINCÍPIO DE CARÁTER

A palavra caráter significa: uma marca feita por meio de cortar, gravar, raspar, imprimir. Essa marca é feita em nós por pressão ou conflito. O desejo de Deus é ver o caráter de Jesus sendo formado em nós. Para que isso aconteça passamos por pressões e conflitos.

O apóstolo Paulo nos fala em Gálatas 4.19 “Meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós”.

Caráter é um princípio? É uma verdade eterna da Palavra de Deus? Aplica-se em contextos e tempos diferentes? Encontramos tanto no Velho Testamento como no Novo Testamento? O princípio de caráter permeia toda a Bíblia, onde vemos o trabalho de Deus na vida de homens e mulheres, para que essas marcas fossem gravadas e começassem a produzir um novo estilo de vida.

Deus sempre está trabalhando em nós. Creio que cada um poderia ter afixado em si mesmo aquelas placas encontradas nos locais em reformas:

“Desculpe-nos o transtorno, estamos em obras”. Deus está trabalhando em nossa vida, e quanto trabalho temos dado a Ele! Lembre-se: o princípio de caráter não é uma marca superficial.

É algo profundo que levará a uma renovação e transformação notória, em que nossas atitudes e decisões serão uma conseqüência das marcas e das características formadas em nós.

O nosso inimigo procura insistentemente nos marcar também para que a imagem de Jesus em nós fique tão ofuscada que não apareça, ou nos faz ter um caráter instável, confuso a tal ponto que algumas pressões e conflitos nos desanimem para que rejeitemos o trabalho de Deus em nossa vida.

Na Bíblia encontramos o exemplo de José cujo caráter foi sendo marcado, trabalhado, através do serviço, da humilhação, da injúria, até que Deus pôde completar todo o sonho que tinha a respeito dele, o governador do Egito. Nós fomos feitos à imagem e semelhança de Deus. Sabemos que essa imagem e semelhança precisam ser restauradas em nós. Como você identifica esse princípio de caráter em sua vida?

Muitas vezes, em relacionamentos onde você terá que experimentar renúncia. Em seu trabalho onde você não é reconhecido, em seu ministério que é questionado, em momentos de deserto… Mas saiba de uma verdade: você está ficando cada vez mais parecido com Jesus. Lembre-se disso: são tempos de provas e não situações permanentes.

Rejeite a mentira do inimigo que, muitas vezes, coloca essas situações e momentos de provas e trabalho em nosso caráter como coisas que não mudarão; aí vem o desânimo e rejeitamos o trabalho de Deus em nosso caráter. Procuramos soluções mais fáceis, pois estas marcas são feitas muitas vezes em situações de pressões e decisões. Se você tem um prego em sua mão e quer fazer uma marca na madeira é preciso exercer uma pressão para que ela fique estabelecida como uma característica daquele pedaço de madeira. É o trabalho do escultor ao esculpir na madeira.

Simone é uma jovem cristã, excelente funcionária, pois conhece bem a sua área. Atua no setor de compras de uma empresa. Mas ultimamente apresenta alguns problemas com o gerente de seu setor. Simone tem o hábito de levar para digitar no horário de trabalho algumas atividades do curso que ela faz à noite. Seu gerente já chamou sua atenção e ela se justifica, dizendo que isto não a atrapalha, pois seu serviço está em dia. Seu superior se justifica com a explicação de que esta é uma norma da empresa. Simone continua fazendo isto quando seu gerente está fora, mas vez por outra ela é pega distraída, e sua atenção é chamada. Esse fato criou um “mal estar” no ambiente de trabalho.

Ela conta o fato aos amigos achando que isto é uma implicância pessoal e mais uma luta que vem passando. Quando ela compartilhou conosco esta “luta” no trabalho pudemos juntamente discernir com ela o que era a diferença entre a luta e o que era a desobediência. Que oportunidade ela estava perdendo de ter seu caráter trabalhado, pois são nessas situações de pressões e de conflitos que temos a oportunidade de escolher uma maneira cristã de agir. Simone poderia abrir mão de uma justificativa que para ela é plausível e aprenderia a obedecer, demonstrando assim um caráter cristão.

Atualmente, como Deus tem trabalhado em seu caráter? Que marca Ele está imprimindo em você?

Caráter nos fala de estabilidade. Quando você está cada vez mais parecido com o próprio Jesus, as pessoas começam a te reconhecer e saber como agiria em cada situação, pois você já tem uma marca, o seu caráter já foi colocado à prova. Difere daquelas situações imprevisíveis, onde tememos a reação de alguns cristãos. Como ele agiria nessa situação? Ele mentiria? Manipularia? Passaria a outro a responsabilidade? Gritaria? Faria um escândalo?

Caráter é um princípio bíblico, uma verdade, um absoluto de Deus. A partir do momento que conhecemos esta verdade estabelecemos uma maneira de pensar onde sempre estaremos reconhecendo e identificando o trabalho de Deus em nós e na vida dos nossos irmãos.

 

Reflexão:

 

– Em qual área Deus está trabalhando no seu caráter neste momento?

– Como você está aceitando as pressões e conflitos pelos quais tem passado?

– Como a sociedade em geral e seus colegas não cristãos reagiriam diante de situações semelhantes a que você está vivendo?

– Quais as características de Jesus que já fazem parte do seu caráter?

 

 

*Texto extraído do livro “Cristãos em tempo integral, Vivendo os princípios bíblicos”

Autora – Hélvia Alvim Freitas Brito.